Menu de navegação de páginas

Falando sobre nossos amiguinhos.

Um anjo em forma de cachorro.

Há algum tempo fiz um post aqui sobre nossa cachorrinha de estimação, a Magrela, e contei um pouco sobre como ela era algumas coisas curiosas que ela fazia, (Caso queiram ler o post da vida da Magrela é só clicar aqui) mas infelizmente após 15 anos de convivência nossa querida Magrelinha foi para o céu dos cachorros. É triste quando isso acontece, nossos animaizinhos de estimação tem a vida bem menor que a nossa e provavelmente todos vocês que me acompanham provavelmente já tiveram vários animais de estimação e sempre é triste quando chega a hora deles irem.

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Foto da cachorrinha Magrela/2005

Eu digo que a Magrela era uma cadelinha diferenciada, porque os primeiros donos dela a castraram e ela nunca teve filhotes, inclusive há alguns anos ela teve uma gravidez psicológica. É, há alguns anos ela começou a inchar as mamas e ter atitudes de uma cadela quando esta prenha mas levamos ela ao veterinário e ele constatou que ela estava tendo uma gravidez psicológica. Inclusive saía até um pouco de leite dos peitinhos dela.

Sempre muito dócil e carinhosa a Magrela nunca deu trabalho. Nunca mordeu ninguém, as vezes ela estranhava pessoas novas que chegavam em nossa casa mas depois de alguns minutos se a pessoa brincasse com ela fizesse um carinho nela ela virava uma best friend da pessoa. Adorava carinho na cabeça e se deixássemos ficava recebendo carinho por muito e muito tempo. Tínhamos que brigar com ela: – Agora tá bom Magrela, vai para sua casinha! Anda logo… E ela saía, mas quase sempre voltava querendo mais.

Nos últimos tempos ela já estava bastante debilitada pela idade e por um tumor que apareceu em suas mamas, mas levamos uma vez ela ao veterinário e o mesmo disse que eram tumores benignos que não teria problema deixa-los. Mas deram problema sim, ha alguns meses eles cresceram muito dificultando inclusive o caminhar dela, e resolvemos leva-la mais uma vez ao veterinário e ele falou que deveria operar. É engraçado mas ela já estava em uma fase que não brincava mais saía muito pouco e a impressão para mim é que ela já iria de qualquer forma.

Acho que só adiantamos o processo com a operação. Eu tenho a impressão também que houve uma imperícia do veterinário mas como isso é muito subjetivo não entramos no mérito com ele.

Foto da cachorrinha Magrela/2005-2

Foto da cachorrinha Magrela/2005-2

O importante é que ela se foi do mesmo jeito que viveu, calma e serena. Saudades Magrela, um anjo em forma de cachorro. Enterramos ela em baixo de uma árvore de Ipê amarelo, um lugar muito bonito onde no período da floração do Ipê vai ser fantástico olhar para aquela árvore e lembrar da nossa querida Magrelinha.

Infelizmente não achei fotos da Magrela mais recentes mas estas fotos de 2005 me remetem a uma fase da vida dela que só me trazem lembranças boas. A felicidade dela quando chegávamos em casa e ela ficava batendo as patinhas no chão esperando um carinho, os olhinhos negros dela vivos sempre esperando alguma ação nossa. Tudo isso era muito bom.

Obrigado a todos que nos acompanham aqui.

Falar sobre pet’s: Leiam, comentem, compartilhem…

CPT - Centro de Produções Técnicas