Menu de navegação de páginas

Falando sobre nossos amiguinhos.

A cachorrinha magrela.

MAGRELA NO JARDIMMagrela é o nome de uma vira-lata que foi dada ao meu irmão por uma tia nossa, ela é uma cachorrinha que eu acho diferente por que tem uns trejeitos estranhos. Ela é mestiça de “fox paulistinha” e não sei se nesta raça é comum mas ela tem uma tremedeira, é estranho. E tem um tal de falar não toda hora que é muito engraçado, ela abre a boca e solta um som que parece “NÃO”.

Esta cachorrinha chamada Magrela já deve estar com uns 13 anos que segundo alguns entendidos deve estar em torno de 70 anos em idade de gente, mas ela ta bem, ta ativa, não tanto quanto ela chegou pois naquela época ela pulava, corria, brincava. Hoje ela só anda, correr nem pensar, ela tem uma mania que eu também acho engraçada, ela todo dia na parte da manhã quando tiramos o carro ela sai pelo portão e da a voltinha diária dela e em 20 minutos ou talvez meia hora ela volta e começa a latir para abrirmos o portão para que ela entre. É todo dia, o dia que ela não da a voltinha dela ela fica meio estressada.

Magrelinha, é o nome carinhoso que a chamamos, mesmo velhinha custando a andar ela alegra a casa, o dia que ela ta mais cansadinha, mais tristinha que ela fica só deitada na casinha dela nós estranhamos, uma vez ela deve ter feito alguma estripulia e ficou 2 dias só deitada e dormindo, achamos estranho, olhávamos ela na casinha chamávamos por ela aí ela só levantava a cabecinha e depois dormia de novo. No terceiro dia ela apareceu boazinha deu a voltinha matinal dela e foi como se ela não tivesse tido nada, acho ela muito resistente pela idade dela.

Hoje eu me estressei com ela, porque tinha um papel pega rato em um canto da cozinha, pois estamos tendo alguns problemas com eles aqui em casa e acho que alguém pôs uns pedaços de queijo pra atrair o rato para que eles ficassem presos no papel né. O que aconteceu? A danada da magrela foi lá e estava tentando comer os queijos que estavam neste papel pega rato e colou o focinho naquela gosma grudenta deste tipo armadilha. Pensei, e se o queijo tivesse algum tipo de veneno, não sei quem pôs o queijo lá, e também pensei na bagunça que ela ia fazer na cozinha se o papel pega rato virasse com o lado da cola pro chão. Aí fui ralhando com ela sai daí magrela, solta, solta isso. Hehehe… ela desgrudou o focinho do papel e eu fui enxotando ela para fora da cozinha. Que cachorrinha safadinha, será que ela estava com fome? Porque nós damos ração à vontade pra ela. Aliás pessoal cães só devem ser alimentados com ração, viu. De qualquer forma foi um momento engraçada da cachorrinha magrela.

Pois então pessoal essa foi a apresentação da Magrela, nossa cadelinha. espero que tenham gostado, em outra oportunidade posto mais aventuras dela. Obrigado pela atenção de todos espero vocês em um próximo post.

3 Comentários

  1. Continua tentando que uma hora vc consegue.

    • Obrigado por seu apoio.

  2. Muito engraçado. Cachorrinha bonitinha.

    Abç.

CPT - Centro de Produções Técnicas